Você está aqui:    Home      Home      Para trabalhadores e economistas, reforma da Previdência pode empobrecer o interior

Para trabalhadores e economistas, reforma da Previdência pode empobrecer o interior

6 de junho de 2017
Publicado emHome, Notícias, Slider

DSC04048Para os representantes dos trabalhadores rurais, a reforma da Previdência proposta pelo governo federal “é incompatível” com a economia da agricultura familiar e gerará exclusão social, empobrecimento e desemprego em amplas regiões no interior do país, podendo contribuir para a ocorrência de um novo êxodo rural. Eles participaram, nesta segunda-feira (5), de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação participativa (CDH) que discutiu os impactos da reforma da Previdência sobre os trabalhadores rurais.

Uma das participantes da audiência, Juliane Schneider, pequena agricultora na cidade de Selbach (RS), postou um vídeo nas redes sociais convidando parlamentares a “passarem pelo menos um mês trabalhando na roça” antes de votarem a reforma.

Para ela, a proposta (PEC 287/2016 – ainda em análise na Câmara dos Deputados) prejudica os trabalhadores da agricultura familiar, que ela vê como um dos “alicerces do país”. Um dos pontos mais criticados pela trabalhadora é o que estabelece contribuições mensais individuais por parte de cada trabalhador no setor.

– Isso vai totalmente contra a lógica da nossa atividade, sujeita o tempo todo a sazonalidades, a intempéries climáticas que afetam diretamente a produção e ao caráter coletivo que possui o trabalho na roça – disse Juliane, ressaltando também que a medida afeta o acesso à renda e cria uma dificuldade estrutural para a sucessão familiar, ao dificultar as aposentadorias.

Fonte: Agência Senado

Postar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*