Você está aqui:    Home      Home      Manifestantes na Esplanada pedem eleições diretas

Manifestantes na Esplanada pedem eleições diretas

8 de setembro de 2016
por cason
Publicado emHome, Notícias

O Grito dos Excluídos no Distrito Federal reuniu cerca de 2,7 mil manifestantes, na Esplanada dos Ministérios, segundo a Polícia Militar. Os organizadores do evento contabilizaram mais de 10 mil pessoas.

A típica mobilização no feriado da independência, que se repete há 22 anos em todo país, contou com a adesão de diversos grupos sociais, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Nacional dos Estudantes (UNE), sindicatos e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST).

Entre as reivindicações, os manifestantes cobraram desapropriação de terras, construção de moradias populares, reforma agrária e melhorias na saúde e na educação.

O grupo também deu apoio à ex-presidenta Dilma Rousseff, fez críticas ao presidente Michel Temer e cobrou a realização imediata de eleições diretas.

A concentração dos manifestantes começou por volta das 8h30 da manhã, no Museu da República. O grupo só foi autorizado a descer a Esplanada dos Ministérios em direção ao Congresso Nacional depois das 11h30, quando os espectadores do desfile cívico deixaram o local.

A manifestação seguia pacífica quando, por volta de 12h30, um repórter de uma agência de notícias foi agredido em frente ao Congresso. A polícia não divulgou o nome do agressor, que foi encaminhando para uma delegacia na região central de Brasília.

Fonte:CNTI

Postar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*