4ª Rodada de Negociações do Setor de Papel e Celulose

Em reunião realizada no dia 27 de outubro, no auditório do Sepaco, foi realizada a 4ª rodada de negociações do setor de Papel e Celulose. Tentando dividir os trabalhadores, as empresas Suzano, Fibria e Klabin se retiraram da mesa de negociações e tentaram agendar reunião em separado das demais empresas do estado de São Paulo.
Essa proposta foi prontamente recusada na mesa de negociações, tendo em vista que a Convenção Coletiva de Trabalho é estadual, ou seja, incluem todas as empresas, inclusive estas que estão tentando discutir o aumento separadamente.
Segue abaixo a proposta feita pelo Sindicato Patronal:
Aumento Salarial de 6% para salários de até R$ 10.000,00, acima R$ 600,00 valor fixo;
Piso salarial de R$ 1.606,00;
Abono extraordinário de R$ 1.000,00;
Cesta de Alimentos 233,20;
Auxílio Creche de R$ 536,00;
Auxílio filho excepcional de R$ 1.352,00;
As demais cláusulas continuarão nas mesmas condições.
Tal proposta foi de pronto recusada na mesa de negociações, sendo remarcada nova rodada de negociações para o dia 10 de novembro, às 10 horas, no auditório do SEPACO.

Deixe uma resposta